Céu Urbano

Céu Urbano
Blog do Naelton

terça-feira, 9 de setembro de 2014

Gálaxias em Colisão


Imagine um punhado de bolinhas arremessado contra outro punhado de bolinhas. Imagine isso em câmera lenta. Substitua as bolinhas por estrelas e aumente tanto a quantidade de bolinhas quanto a distância entre elas. É assim que se comportaria uma colisão de galáxias. A chance de uma estrela colidir com a outra é muito pequena. As galáxias passariam uma através das outras ilesas exceto por dois comportamentos interessantes.

O primeiro é o efeito da gravidade entre as estrelas. Elas podem não colidir, mas vão se atrair mutuamente mudando suas órbitas. Estrelas poderão se espalhar pelo espaço intergaláctico formando desenhos curiosos. O segundo efeito interessante decorre do fato de que as galáxias não são formadas só de estrelas. Entre elas temos muito gás e poeira interestelar. Numa colisão estas nuvens de gás e poeira se comprimem e poderão formar mais estrelas. Este ambiente todo acontece, como já dissemos, muito lentamente...

veja o restante do artigo no Bloguinho do Planetário do Rio.

Nenhum comentário: