Céu Urbano

Céu Urbano
Blog do Naelton

terça-feira, 14 de janeiro de 2014

Mais um cargueiro espacial automático: Cygnus

Mais um cargueiro espacial automático: Cygnus

Para manter uma estação espacial tripulada funcionando, é preciso sempre abastecê-la de suprimentos e retirar os detritos. É mais prático fazer isto com naves não tripuladas automáticas. Os primeiros cargueiros automáticos foram as naves Progress, versões automáticas da nave espacial Soyuz. Desde 1978, quando os soviéticos lançaram as primeiras estações espaciais Salyut, as Progress faziam voos periódicos de abastecimento. A Progress é totalmente automática: capaz de se acoplar sozinha. Os astronautas retiravam até 2.350kg de carga do cargueiro. Depois era só colocar o lixo na cápsula que se soltava da estação, manobrava e se desintegrava na atmosfera. Anualmente, três ou quatro Progress podem ir à ISS.

Recentemente, várias agências espaciais estatais e privadas desenvolveram suas próprias versões de cargueiros automáticos.

Em 2008, a agência espacial europeia (ESA) lançou o seu primeiro Automated Transfer Vehicle (ATV), denominado Julio Verne. Quatro ATVs foram lançados desde então, todos com nomes de europeus famosos. Um ATV pode transportar 7.667kg.

Em 2009, o Japão lançou seu primeiro cargueiro automático: o Kounotori (HTV). Sua capacidade máxima de carga é de 6.000kg. Quatro HTVs já foram lançados. Este cargueiro não consegue se acoplar sozinho, precisa de ser guiado pelo braço mecânico da ISS.

Em 2010, a empresa privada SpaceX lançou o primeiro protótipo de um cargueiro automático reutilizável, o Dragon. Capaz de levar até 3.310kg, este cargueiro também precisa ser manobrado com o braço mecânico para acoplar. O Dragon poderá no futuro levar astronautas também.

Logo no primeiro mês de 2014 temos mais um cargueiro automático acoplando na ISS. Trata-se do Cygnus da empresa Orbital. O Cygnus pode levar até 2.000kg e há planos de se fazer uma versão reutilizável.

Nenhum comentário: